Churrasco Coreano: Como Fazer e Como Comer?

Yakiniku

Nem só de peixe e pratos estanhos vivem os asiáticos. O churrasco coreano é um sucesso e o modo de preparo é bem diferente do nosso.

Você já ouviu falar em churrasco coreano ou Yakiniku? A história desse prato é longa, mas vale a pena conhecer. O estilo é muito utilizado na gastronomia mundial e é bem fácil de reproduzir em casa.

Se você é uma verdadeiro amante da carne e quer conhecer o churrasco coreano, se liga neste artigo. Vamos falar sobre o que é a prática, como fazer em casa e por que o sabor pode ficar algo indescritível.

churrasco coreano

Origem Churrasco Coreano

Para começar, o churrasco que chamamos de coreano surgiu, na verdade, no Japão. Em japonês, Yakiniku quer dizer carne grelhada ou churrasco coreano. Nome esse que se referia, no século XVII, ao churrasco feito pelos ocidentais. Isso porque até então, os asiáticos não costumavam grelhar a carne.

A expressão foi inventada pelo escritor japonês Robun Kanagaki. Ele mencionou o Yakiniku a primeira vez em seu livro Seiyo Ryoritsu, um manual culinário publicado em 1872. Deu-se a determinação coreana ao prato, pois no período, o Japão estava no auge do budismo. A religião é conhecida pelo vegetarianismo e veganismo. Portanto, atribuiu-se à Coreia a ideia da carne grelhada para churrasco.

Porém, com a guerra, os restaurantes coreanos existentes no Japão dividiram-se, assim como a Coreia: em norte e sul. Os do Norte ficaram conhecidos como Chösen e os do Sul Kankoku. Quando o restaurante servia comida de ambas as regiões, dizia-se que ele era Yakiniku. E foi assim que surgiu o nome que refere ao estilo de churrasco conhecido hoje como coreano.

Há também a variação conhecida como Bulgogi, que trata-se de um prato típico da cozinha coreana. Esse “churrasco” é feito de carne marinada grelhada em molho de soja, alho picado e semente de gergelim. Normalmente é servido acompanhado de verduras.

Como fazer churrasco coreano?

Assim como kafta, o churrasco coreano não é daqueles que você vai fazer com muita frequência. Mas é algo diferente que você pode fazer para diversificar e surpreender seus amigos e sua família. É também uma excelente opção para quem busca um estilo de vida mais saudável e quer maneirar na gordurinha da picanha.

O churrasco coreano é feito à base de carnes magras, podendo, inclusive, ser com carne suína. Por isso, é constituído de menos calorias e colesterol. E, ao contrário do nosso churrasco brasileiro ou do tradicional gaúcho, o churrasco coreano é acompanhado de arroz ou legumes. É, portanto, muito mais leve e de fácil digestão, ótimo para quem se encontra em uma dieta restritiva, mas não abre mão do churras.

Outra coisa interesante sobre esse tipo de churrasco é a forma como se prepara e come. Normalmente, e em restaurantes especializados em Yakiniku, os ingredientes são trazidos para a mesa individualmente e ainda crus. São os próprios clientes que cozinham e temperam o seu churrasco, em uma grelha disponibilizada pelo estabelecimento durante a refeição.

Os clientes mergulham então as carnes e legumes nos molhos e colocam na churrasqueira. Parece até fondue de carne em pedra ou churrasco em pedra de sal do Himalaia, não é mesmo? Só que os molhos têm sabores bem orientais: alho, gergelim, gengibre, saquê e assim vai.

como fazer churrasco coreano

Churrasco coreano – receita

Gostou e quer aprender? A gente ensina! Veja abaixo algumas receitas e ideias para fazer o churrasco coreano em sua casa. A prática é ótima para envolver familiares e amigos no preparo. E se você for um amante dos frutos do mar, confira também abaixo algumas ideias para grelhar camarões assim!

1. Bulgogi tradicional

O bulgogi tradicional é simples e você pode fazer em um disco de arado ou em uma frigideira que possa ir ao fogo da brasa. A receita é fácil, veja!

Ingredientes:

  • 600 gramas de carne alcatra cortada em filés finos, tipo para fazer strogonoff ou em cubos mesmo;
  • Uma cebola cortada em pétalas finas;
  • Meia cenoura em rodelas;
  • Quatro cebolinhos cortadas em pedaços de largos;
  • 200 gramas de cogumelo shimeji separados em lascas;
  • Duas colheres de sopa de açúcar;
  • Duas colheres de chá de óleo de gergelim;
  • Óleo de soja para refogar;
  • Uma colher de chá de gergelim torrado.

Ingredientes para o molho:

  • 100 mililitros de molho de soja de boa qualidade;
  • Meia pera amassada ou ralada;
  • 15 mililitros de mel ou glicose de milho;
  • 3 0mililitros de vinho branco ou saquê;
  • Três dentes de alho picados;
  • 30 mililitros de óleo de gergelim;
  • Pimenta-do-reino e sal a gosto.

Modo de preparo:

Comece pelo molho! Basta misturar todos os ingredientes deste em um recipiente largo ou tijela, sem levar ao fogo. Quando estiver bem homogêneo, adicione a carne crua e misture bem. Acrescente a cebola, o cebolinho, a cenoura e o cogumelo shimeji. Deixe marinar por 30 minutos na geladeira, coberto por plástico filme.

Depois, jogue um fio de óleo de cozinha em um disco de arado ou frigideira e comece a refogar o marinado até ficar no ponto desejado. Quando dourar, sirva!

picanha coreana

2. Picanha à moda coreana

Essa é mais uma adaptação do prato asiático para o nosso estilo brasileiro de fazer churrasco. Porém, recomendo que você experimente, principalmente se adora picanha e quer sair do convencional.

Além disso, é muito fácil de fazer se você tem churrasqueira de alvenaria ou elétrica em casa. Confira!

Ingredientes:

  • Oito colheres de sopa de molho de soja;
  • Quatro colheres de sopa de óleo de gergelim;
  • Quatro colheres de sopa de saquê;
  • Duas colheres de sopa de açúcar;
  • Seis colheres de sopa de gergelim;
  • Quatro dentes de alho amassados;
  • Um pedaço de gengibre ralado;
  • Sal e pimenta-do-reino a gosto;
  • Uma pimenta vermelha picada ou molho de pimenta a gosto;
  • Um quilo de picanha inteira;
  • Óleo ou azeite para untar a chapa ou grelha da churrasqueira.

Modo de preparo:

Comece misturando, em uma tigela, o molho de soja, o óleo de gergelim, o saquê, o açúcar, o gergelim, o alho amassado, o gengibre ralado, o sal e as pimentas. Sem levar ao fogo, incorpore bem todos esses ingredientes. Quando ficar uma mistura espessa, bezunte a picanha com o molho e deixe-a marinar por 20 minutos.

Enquanto isso, acenda a churrasqueira ou preaqueça sua churrasqueira elétrica. Unte uma grelha com óleo ou azeite e, só então, leve a picanha marinada para grelhar. Tenha em atenção que, em brasa, a peça de carne deve ficar pelo menos 15 centímetros de distância do fogo. Sirva malpassada, com arroz e legumes da sua preferência.

3. Bulgogui de mesa

E que tal fazer churrasco coreano tradicional? Do tipo que os seus convidados podem cozinhar a sua própria carne na mesa? Essa receita é bem bacana, principalmente porque você tem bem menos trabalho.

Ingredientes:

  • 700 gramas de filé mignon ou contrafilé;
  • Folhas de alface frescas;
  • Pasta de soja temperada (também conhecida como missô);
  • Arroz oriental cozido a gosto;
  • Kimchi a gosto.

Ingredientes do marinado:

  • Cinco colheres de sopa de cebolinho verde bem picado, em diagonal;
  • Uma colher de chá de sementes de gergelim torradas;
  • Uma colher de chá de glutamato monossódico;
  • Uma pitada de pimenta-do-reino;
  • Uma colher de sopa de óleo de gergelim;
  • Uma colher de sopa de molho de soja;
  • Uma colher de chá de alho moído;
  • Uma colher de sopa de açúcar.

Ingredientes da pasta especial de soja:

  • Uma colher de sopa de cebolinho verde bem picado;
  • Uma colher de sopa de pimentão verde bem picado;
  • Uma colher de sopa de sementes de gergelim;
  • Uma colher de sopa de molho de pimenta;
  • Meia colher de chá de óleo de gergelim;
  • Duas colheres de sopa de cebola picada;
  • Meia colher de chá de alho picado;
  • Meia colher de sopa de açúcar;
  • Meia xícara de chá de água;
  • 100 gramas de pasta de soja (missô);
  • 60 gramas de carne de boi moída.

Modo de preparo:

Primeiro corte a carne em fatias bem finas e pequenas, para facilitar o manejo. Coloque a churrasqueira portátil no centro da mesa, de forma que todos tenham acesso a mesma. Misture todos os ingredientes da marinada até formar um molho homogêneo. Separe o marinado em partes iguais e distribua entre os convidados.

Para fazer a carne, agora, basta mariná-la e colocá-la na grelha quente. Cada um pode fazer ao seu gosto.

Pasta especial de soja:

Misture todos os ingredientes da pasta especial de soja. Leve esta mistura ao fogo rapidamente e deixe até ferver. Depois deixe esfriar e leve à mesa como o marinado, em pequenas porções.

Montagem:

Lave e escorra bem as folhas de alface. Cada convidado coloca, nas folhas de alface, um pouco da carne, a pasta de soja, o arroz cozido e um pouco de kimchi. A ideia é fazer trouxinhas que vão sendo degustadas aos poucos.

O bulgogui pode ser acompanhado por vários tipos de legumes salteados ou outras conservas, além do kimchi. Se quiser, pode adicionar cogumelos ou grelhar alguns vegetais junto com a carne.

A receita rende para até quatro pessoas. Se quiser introduzir um nível maior de dificuldade, incentive seus amigos a comer usando os palitinhos orientais, mais conhecidos como hashi. Quem conseguir, fica livre de lavar louça!

Fonte: Chosun

Crédito das imagens: Wikimedia CommonsFreepik

Angeloni Eletro