Sobre O Tudo Para Churrasco

paula roja

Oi, gente, bem-vindos ao Tudo Para Churrasco. Esse é o meu espaço online para falar de uma das minhas maiores paixões. Desde pequena que eu adoro sentar perto da brasa e ouvir as histórias do meu avô na Alemanha e do meu pai no interior do Rio Grande do Sul.

Meu nome é Miranda Müller, sou gaúcha, e colorada, óbvio! Nestes 28 anos de vida eu não passei mais de uma semana sem saborear um excelente churrasco – ou churras, como se diz lá no sul. Eu sou administradora e nasci em Porto Alegre, mas a minha família é de Santa Cruz do Sul.

Meu avô, seu Adam Müller, conheceu a minha avó, Sarah Mendelsohn, ainda na Alemanha. Eles vieram parar por aqui porque a minha avó era judia e eles fugiram no início da Segunda Guerra. Em Santa Cruz eles casaram e tiveram meu pai, Charles. Para sobreviver, eles abriram uma churrascaria.

Hoje em dia eles são aposentados e a churrascaria passou para o meu pai. Eu ajudo ele a administrar o negócio – e a comer também! Além disso, eu amo escrever, ler e passar o maior tempo possível com a minha família. Até porque, na minha família tudo é só sobre comida!

Minha mãe, Roberta Roja, é descendente de espanhóis e faz os melhores doces que eu já provei. Não me perguntem como eu consigo ser magra. Eu não faço mesmo ideia. Meu pai com certeza foi conquistado pelos pudins maravilhosos da dona Roberta.

Como a fruta nunca cai longe da árvore, meu irmão mais velho estudou gastronomia na França. Hoje ele mora em Paris e é um chef de sucesso. Eu cuido da churrascaria pequena em Santa Cruz, mas tenho planos grandes para a Europa.

A minha primeira lembrança é de mim e meu irmão brincando de cozinhar. Como temos apenas dois anos de diferença, crescemos juntos, fazendo muita bagunça na cozinha.

Ele puxou a minha mãe e manja muito de doces e pastelaria. Eu sou igual ao meu pai e meu avô: gosto de pratos com carne, de acender o fogo e cozinhar coisas demoradas.

Esse blog surgiu porque todos os meus amigos vivem me pedindo para eu dar dicas sobre churrasco. Eu decidi juntar tudo que eu sabia para contar para vocês, afinal churrasco é mesmo isso, algo para ser passado adiante.

Acho que desde que eu nasci, nenhum domingo foi diferente. Bom, com a exceção de que o meu irmão mora fora há 5 anos. Mas todos os anos ele deixa a França de lado e vem passar um mês com a gente.

É o melhor mês do ano. Até os cachorros lá de casa ficam contentes, porque já sabem que vai ter sobra de churras para eles.

E não tem nada melhor que juntar um monte de gente na volta da churrasqueira num dia frio de inverno. E no verão, é ouvir as brigas pelo Grenal que é lá em casa, já que a minha mãe e meu irmão são gremistas.

Mas tudo ameniza com uma cerveja gelada, uns pães com alho e uma espetada de coração de galinha. Depois, para fazer a digestão minha avó prepara aquele chimarrão amargo.

Então vem com a gente se você também ama churrasco. Vamos juntos descobrir as mil e uma formas de assar, fazer e servir um delicioso churrasco!